O que é gravidez anembrionária? Leia aqui histórias de famílias que passaram por essa triste situação. Encontre informações para entender como isso acontece. Desde a interpretação de exames e percepção de sintomas até procedimentos recomendáveis e apoio para superar a perda.

Aborto: Respostas para as dez perguntas mais frequentes


Um aborto é a perda de um bebê antes da 20ª semana de gravidez, ocorrendo com maior frequência durante as 12 primeiras semanas. Abortos espontâneos acontecem em cerca de 15% da gestações diagnosticadas e em até 50% de todas elas. Aproximadamente 85% de mulheres que abortam, conseguem uma gestação saudável da próxima vez.


1) Como saber se estou tendo um aborto?
Os sintomas do aborto variam. Para algumas mulheres, o primeiro sinal de alerta de um aborto é o sentimento de que não estão mais grávidas. Algumas podem ter cólicas fracas ou muito fortes e geralmente há um sangramento, leve ou intenso. Algumas mulheres acham a dor de um aborto semelhante a de um trabalho de parto.


2) Quando contactar um médico?
Se você acha que está abortando, pode entrar em contato com seu médico e agendar um ultrassom. É importante contactar seu médico imediatamente se o sangramento for intenso; se você tiver cólicas ou dores abdominais muito fortes; sinais de perda de sange, como fraqueza ou tonturas; se tiver febre ou qualquer corrimento com mau cheiro; ou se o sangramento durar mais de uma semana.


3) Por que isso aconteceu comigo?
É normal se perguntar o motivo ou até se sentir responsável de alguma forma, apesar de muito poucos abortos serem causados por fatores ambientais ou atividades da gestante.


4) Quanto tempo leva para ocorrer o aborto completo?
Geralmente, a mulher terá um sangramento, de leve a muito intenso, assim como poderá ter cólicas. O processo pode durar apenas um dia, ou se prolongar por muitos dias.


5) Quanto tempo vai durar o sangramento?
Se o aborto for completo, o sangramento dura cerca de uma semana, duas no máximo. Você pode ter cólicas leves por alguns dias depois da perda. O sangramenteo nunca deverá ser mais intenso do que seu mais intenso dia de menstruação. Se o sangramento exceder um absorvente por hora ou se durar mais de duas semanas, entre em contato com seu médico. É possível abortar com pouco, ou nenhum, sangramento, pois o embrião pode ser reabsorvido pelo corpo.


6) Quando menstruarei novamente?
Depois de um aborto sem complicações, a maioria das mulheres voltam a menstruar de quatro a seis semanas depois do aborto.


7) Quanto tempo vai demorar para eu me recuperar?
A recuperação emocional de uma perda pode durar meses. Não é incomum uma mulher se lembrar da dor de um aborto muitos anos depois do acontecido. A recuperação física depende da duração da gravidez, se teve ou não complicações e se houve restos de tecido no útero. Num aborto sem complicações, a recuperação física pode levar uma ou duas semanas.


8) Quando posso tentar engravidar novamente?
O tempo de espera é uma decisão pessoal, tomada após discutir a sua situação com seu médico. Num aborto sem complicações, você provavelmente ovulará novamente de duas a quatro semanas após a perda. Especialistas geralmente recomendam esperar pelo menos um ciclo menstrual antes de tentar engravidar novamente. Tirar um tempo para recuperar-se emocionalmente assim como fisicamente após um aborto é uma escolha sábia. O equilíbrio hormonal pode ser afetado pelas suas emoções, e esperar até você estar completamente recuperada pode ajudá-la a enfrentar a próxima gestação com menos ansiedade.


9) Como posso ajudar minha parceira?
Apoiar sua parceira enquanto você mesmo pode estar sofrendo com a perda de um filho pode ser muito difícil. Você também precisa de apoio emocional. Tente conversar com sua parceira sobre a perda. Apesar de poder expor feridas emocionais recentes, é melhor conversar abertamente sobre seus sentimentos.


10) Como posso manter recordações do meu bebê?
Muitos pais optam por meios de manter a memória do bebê perdido. Você pode guardar lembranças, como um ultrassom, as impressões dos pezinhos ou qualquer outra coisa que lhe ajude a sentir-se mais próxima do seu bebê enquanto você segue adiante, elaborando emocionalmente a sua perda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário